quinta-feira, abril 15, 2010

When a man loves a woman ...


Nos grupinhos de amigos da faculdade, é comum que alguns se enrolem e tenham histórias de sucesso ou então não.
Quando não seguem em frente, existem duas possibilidades, ou ultrapassam bem e ficam amigos ou então deixam de se falar por completo e um acaba por se afastar do grupo.
No meu grupo aconteceram as duas versões.
Ainda a meio da vidinha universitária, durante uma noite de copos, dois dos meus amigos se enrolaram e iniciaram um namoro com duração de 1 aninho. Quando acabou, ele reagiu mal porque era mesmo apaixonado por ela e ela tinha tido apenas uma paixão fugaz. Com muito esforço do grupo e dos prórpios , lá se conseguiu que nenhum se afastasse e mantivessemos a união. Claro que para ele foi dificil saber de outros envolvimentos dela e estar ali a ver ou a ouvir e disfarçar com a indiferença de um sorriso.

Outras curtes existiram dentro do grupo, mas que não passaram disso e foram bem resolvidas.

No último ano, outros dois acharam que teria piada se enamorarem e que tendo os dois já estágios certinhos mas em pontos opostos do país, seria um must namorarem.
Namoro à distância que se foi aguentando mas que acabou. Não foi de comum acordo, num dos lados continuava a existir amor e no outro ...amizade.
O grupo nunca mais foi o mesmo, ainda que não tenha sido esse o factor principal.
Um grupo de amigos deveria ser isso mesmo, só amigos. Os amores devem se encontrar fora desse circulo.

.

3 Comentários

Olhos Dourados disse...

Isso é muito fácil de dizer, mas é muito normal que duas pessoas do mesmo grupo de amigos se apaixonem, até porque convivem muito e isso pode acontecer.

algodãozinho disse...

Tens toda a razao, mas que as coisas deixam de ser como eram ...deixam e raramente para melhor!

AmyStew disse...

concordo, é normal que duas pessoas do mesmo grupo se apaixonem (:
mas depois, se acaba, não dá jeito nenhum, em algumas vezes.

 

Pesquisar neste blogue

Na Primeira Pessoa